O músico que agrada o Senhor

26/03/2013 23:41

 

 

Texto áureo: Hebreus. 13:15

Textos da semana: Tiago. 1:22; 4:7; I Pedro. 1: 13-16; 3:11

Objetivos:

Desenvolver o perfil do músico que agrada o Senhor.

O músico deverá concluir se está sendo ou não agradável a Deus.

 

ANDAR COMO JESUS

 

Primeiramente, o músico que agrada o Senhor não está limitado apenas ao trabalho dos dias de culto. Quando falamos ser agradável a Deus, estamos, nos referindo à vida do músico dentro e fora do templo. O que agrada o Senhor não são as minhas técnicas e sim minha vida (o meu coração, a minha mente). Responda: qual é a postura que Deus espera (exige) de mim no dia-a-dia? (escola, casa, rua, com amigos, no convívio com os santos, ...) O que Jesus faria se estivesse vivendo cada situação em meu lugar?

Veja, o apóstolo João nos afirma o seguinte:

“Aquele que diz está nele, também deve andar como Ele andou”. (I Jo. 2:6)

 

O que Deus espera que você e eu façamos é justamente o que Jesus faria em nosso lugar. Andar como Cristo andou deve ser uma constante na vida do músico, pois isso revela quem realmente somos, e mostrará que você, músico, está dentro do padrão de Cristo. Lembre-se: Deus não exige o que não podemos fazer. Quando o Senhor diz: “... vós sois o sal da terra... vós sois a luz do mundo” (Mt. 5: 13 e 14) Ele (Jesus) está afirmando que é possível sermos referenciais de vida para o mundo perdido, Deus quer que cada músico assuma o compromisso de ser sal e luz para o mundo em trevas, e referencial de vida para o seu povo em especial.

ANDANDO E AGRADANDO (I Tess. 4:1)

A vida do músico tem que espelhar diariamente o padrão de Deus tanto para a comunidade dos santos, quanto para os infiéis que estão ao nosso redor. Isto nos leva a crer que tudo o que faço fora do templo contribui para o progresso ou retrocesso do Ministério de Música no momento de cânticos congregacionais. Um músico que não está com a vida de acordo com os preceitos da palavra de Deus, contribui para o mal desempenho do Ministério de Música. O músico que pratica a palavra sendo espelho para todos de compromisso com o Senhor da seara, contribui para o progresso do M.M. Reflita e responda:

A sua vida particular, fora do templo, tem contribuído para o progresso ou ruína do Ministério de Música?

O músico maduro é aquele que está consciente que Deus está conosco diariamente, mas também sabe que satanás, nosso adversário, está todos os momentos tentando destruir a nossa comunhão com o Senhor, para não participarmos como cooperadores na edificação da sua igreja. Ao músico cabe andar neste mundo de maneira sábia e se afastando de toda a aparência do mal (I Tess.5:22), para não ser tragado pelas astutas ciladas do diabo.

Andar e agradar o Senhor não é fácil, requer renúncia e pleno amor pela palavra da vida para que saibamos resistir aos dias maus e ter sempre a palavra pronta nos lábios para repreender ao inimigo que nos tenta devorar e nos afastar dos desígnios de Deus.

Em Hebreus 12:14, há um caminho que o Senhor nos mostra se quisermos ser músicos agradáveis a Ele:

- seguir a paz com todos;

- santificação.

No mundo de hoje não é fácil ter paz com todos, mas no que depender de mim, como indivíduo, tenho que ter paz com todos, é uma ordem expressa de Deus. Lembre-se paz no seu lugar de trabalho, paz na sua escola, paz na sua família,... O outro ponto desse versículo é a santificação, um processo que se inicia no dia da conversão genuína a Jesus Cristo. É um caminho a ser trilhado, todos os dias nos esforçando em nos afastar de tudo que desagrada ao Senhor, e isso se refere a palavras, gestos, atitudes, pensamentos, tudo aquilo que não representa atitude santa diante do Deus Eterno.

Até parece que estamos andando “pisando” em ovos pela difícil caminhada, e na verdade é uma difícil caminhada, a bíblia diz que a nossa luta é diária e esta não é contra forças visíveis, mas invisíveis, o que se faz necessário um melhor preparo para não cairmos em ciladas do inimigo. O músico não anda pisando em ovos, mas tem que andar de forma digna da vocação com que foi chamado. Fomos chamados para sermos santos do Senhor em todos os momentos, por essa razão sejamos santos (separados) em tudo e em todos os momentos. Se o músico quer ser bênção para o povo de Deus, então tem que se esforçar para que sua caminhada seja em tudo agradável ao Senhor que nos elegeu para o louvor da sua glória.

 

Reflita e Responda:

 

O que devo fazer para agradar o Senhor da seara?

A minha vida dentro e fora do templo tem agradado o Senhor?

Tenho cumprido com minha missão de ser cooperador de Deus no crescimento de sua igreja?

 

CONCLUSÃO

 

Deus exige uma vida diferente e fornece as condições para que haja as mudanças. O músico que não atenta para o conselho do Senhor ainda não O conhece, mas aquele que pára para ouvir a Sua voz e as põe em prática é chamado sábio, sadio, prudente e íntimo do Senhor.

Todos querem ser bênção na congregação, mas para isso é preciso pagar um preço diariamente, mantendo-se sempre fiel ao Senhor. Agradar o Senhor não é opção de vida, é condição necessária para ser útil, sem isto o músico não é chamado de bênção, mas, de "pedra de tropeço". 

Luiz Fernando Mendes Nunes  

      

Voltar