Firmes e Inabaláveis

13/04/2013 20:53

I Coríntios 15:58    

"[...] sede firmes, inabaláveis e sempre abundantes na obra do Senhor [...]"

Firmes e inabaláveis em um mundo onde se prega que Jesus foi apenas um grande líder, foi um mártir, morreu, mas não ressuscitou. Se foi apenas um grande homem é vã a nossa fé. Se não ressuscitou, como dizem, somos os mais miseráveis entre os homens.

Firmes e inabaláveis em um mundo onde não se crê que o Universo foi algo planejado, ordenado e sustentado por um Deus Todo Poderoso.

Firmes e inabaláveis em um mundo onde se prega que o homem, "coroa da criação de Deus" é fruto da evolução de um animal, irracional e que jamais existiu.

Firmes e inabaláveis em um mundo onde Deus é, para muitos, uma figura de contos de fadas, fruto da imaginação de um povo pobre de conhecimento e desprovido de razão.

Firmes e inabaláveis em um mundo onde a Palavra de Deus, a bíblia sagrada, não tem valor, e para muitos, são apenas escritos históricos questionáveis.

Firmes e inabaláveis em um mundo onde os princípios estabelecidos por Deus são corrompidos, transtornados e anulados.

Firmes e inabaláveis em um mundo onde o pecado não é pecado, é uma desventura aceitável, natural e em muitos casos não deve ser reprimida.

 
   

Esse é o mundo onde você vive!!

Voltando ao texto de I Coríntios 15:58, notamos que este é o capítulo mais extenso de todas as cartas do Apóstolo Paulo onde o assunto central é a ressurreição de Cristo. Muitos e até mesmo alguns irmãos da igreja não estavam completamente firmes na verdade anunciada pelos apóstolos quanto a ressurreição de Jesus Cristo. Para dirimir todas as dúvidas acerca desse assunto, Paulo faz toda uma explanação para que aqueles irmãos avançassem um pouco mais na fé cristã.

No verso 12  "ora, se é corrente pregar-se que Cristo ressuscitou dentre os mortos, como, pois, afirmam alguns dentre vós que não há ressurreição de mortos?"

Uma das possíveis causas da dúvida que se instalou no coração de alguns irmãos da igreja em corinto Paulo revela no versículo 33 "não vos enganeis: as más conversações corrompem os bons costumes". Paulo está claramente falando de amizades e associações que podem, dependendo do grau de maturidade, corromper o que foi plantado com sacrifício. Por isso ele fala sede firmes e inabaláveis.

Esta carta foi escrita no ano 56 d.C., perceba que pouco tempo passou da morte e ressurreição de Cristo e já havia dúvidas quanto à Sua real ressurreição e ascensão ao céu. Mas isto era algo local, ente pouca pessoas, numa comunidade. E hoje, 2013 anos depois da morte e ressurreição de Jesus Cristo alguma coisa mudou? As pessoas passaram a crer mais facilmente que Cristo de fato ressuscitou? As pessoas passaram a crer que Deus enviou Seu Filho para morrer pelos nossos pecados? Creio que não!

Veja o que Paulo escreveu orientando um jovem pastou em II Timóteo 4:3e4.

"Pois haverá tempo em que não suportarão a sã doutrina; pelo contrário, cercar-se-ão de mestres segundo as suas próprias cobiças, como que sentindo coceira nos ouvidos; e se recusarão a dar ouvidos à verdade, entregando-se às fábulas".

Esta carta de Paulo a Timóteo foi escrita por volta do ano 64 d.C. Eram tempos difíceis, Paulo já advertia a Timóteo que chegaria esse tempo.

Será que não estamos vivendo nesse tempo?

Será que as pessoas tem dado crédito à nossa pregação?

Será que a Palavra de Deus não é considerada por muitos, como uma verdade que coube ao seu tempo, mas que na modernidade está fora de contexto e digna de descrédito?

Sejamos firmes e inabaláveis...

Como Josué e Calebe que contemplaram a terra prometida por Deus, viram as dificuldades, mas permaneceram na certeza das promessas do Senhor.

Como Davi que não se acovardou diante do exercito inimigo,  mas aceitou lutar contra um gigante na certeza de que Deus era Poderoso para livrá-lo da morte e vergonha.

Como Daniel que não aceitou participar dos erros e pecados do rei, foi colocado na cova dos leões crendo que se Deus quisesse poderia livrá-lo da morte.

Como Jesus que resistiu firme a tentação dando-nos o exemplo de que é possível agradar a Deus nos distanciando do pecado que tão de perto nos rodeia.

Ser firme e inabalável são características daqueles que têm raízes profundas na Palavra de Deus, daqueles que se alimentam desta Palavra e adquirem resistência às sugestões, malícias, convites e pressões daqueles que não têm compromisso com a verdade de Deus, como diz Paulo aos romanos "[...] são reprováveis" Romanos 1:28.

Veja Romanos 12:2a "Não  vos conformeis com este século ..."

Não se conformar é não tomar a forma. Não tomar a forma é não assimilar os padrões que o sistema mundano oferece e é contrária a sã doutrina. Para não assimilar os padrões contrários a ética cristã é preciso ser firme e inabalável.

A sua fé é inabalável?

As suas convicções a respeito de Cristo são firmes?

Os princípios que são ditados por Deus, que são eternos, inalteráveis e inegociáveis estão firmes no teu coração?

Leia Colossenses 2:6 a 8

 

Luiz Fernando Mendes Nunes

Voltar