Ciência, um instrumento nas mãos de Deus

Luiz Fernando Mendes Nunes

Por mais que muitos pensem que a ciência anda na contramão de Deus, que as afirmações de grandes estudiosos têm afastado a fé de muitos corações, e que a ciência é palpável, provada, testificada e a fé uma experiência não sensorial, não testificada, não comprovada, ambos testificam a existência, suficiência, soberania e domínio de Deus sobre todas as coisas. Quando pensamos na palavra ciência, logo saltam à nossa mente inúmeras imagens de pessoas dedicadas, investigando, desenvolvendo, calculando, experimentando, enfim, pessoas tentando descobrir e redescobrir algo para o desenvolvimento humano.

Será que a ciência consegue caminhar sem a intervenção de Deus? Será que as inúmeras descobertas de grandes cientistas como Robert Boyle (1627-1691), John Dalton (1766-1844), Antoine Lavoisier (1743-1794), Isaac Newton (1642-1727), Galileu Galilei (1564-1642), Marie Curie (1867-1934), Albert Einstein (1879-1955), Linus Pauling (1901-1994), Gregor Mendel (1822-1884), podem ser unicamente atribuídas a capacidade humana ou do início à sua consecução houve a participação decisiva do soberano instigando, conduzindo, capacitando, iluminando a mente humana?

O homem só pôde conhecer a intimidade da matéria, os princípios da radioatividade, transferência hereditária, e tantas outras descobertas e invenções ao longo dos anos quando Deus resolveu iluminar a mente dos seus protagonistas. Os fatos históricos em todas as épocas tiveram muitas pessoas proeminentes, mentes brilhantes, pessoas além da sua época, mas em todos os casos, essas pessoas foram apenas grandes instrumentos para que a humanidade experimentasse novos rumos. Excluir Deus da História é colocar o homem numa escuridão à beira no abismo. Muitos ou a maioria das mentes brilhantes do passado, e, até dos dias atuais, não dedicaram suas vidas a Deus, alguns eram avessos à existência da divindade, mas, mesmo distantes de Deus, eles foram agraciados com o conhecimento, sensibilidade investigativa, inquietação com o desconhecido, foram capacitados para uma missão: a descoberta.

Aprouve a Deus, no momento certo da humanidade, capacitar certos homens e mulheres para uma missão, isso nos remete à Soberania de Deus, a escolha é de Deus, Ele escolhe e capacita quem Ele quer para o exercício de uma tarefa. Isaac Newton foi escolhido por Deus para formular a Lei da Gravitação Universal, é possível que alguém já tivesse pensado nesse assunto, mas, foi Newton quem teve a clareza da sua interpretação. Um dos pilares da física moderna, Teoria da Relatividade Geral, foi implantado pelo físico alemão Albert Einstein, ele foi um instrumento de Deus para que a humanidade pudesse entender alguns fenômenos espaciais, desenvolver a tecnologia dos satélites, GPS, e outras tecnologias. Einstein foi um bom instrumento de Deus para o progresso da humanidade. Podemos pensar de igual modo nos benefícios dos trabalhos de Mendel com a Hereditariedade, Marie Curie com a Radioatividade, Galileu Galilei com a defesa do Sol como centro do Universo (Heliocentrismo), Robert Boyle, pai da Química moderna, com a lei dos gases, e muitas descobertas, todos estes serviram aos propósitos eternos de Deus para que a humanidade avançasse um pouco mais.  

A intervenção deliberada de Deus sobre a História prova seu amor pela humanidade em não deixá-la na escuridão do conhecimento por todo o tempo. Por quanto tempo perdurou a ideia de que a Terra era o centro do Universo, por quanto tempo perdurou o conceito de que a menor parte da matéria era indivisível, Deus por sua graça produziu meios para que saíssemos da ignorância para o conhecimento, da imaturidade para a maturidade, da simplicidade para complexidade, no Seu tempo, no tempo de Deus. As coisas não aconteceram ao acaso, mas por decreto. Decreto divino. Thomas Edison (1847-1931) foi o inventor da lâmpada incandescente, um passo marcante para a humanidade, a luz elétrica deixou de ser problema para ser a solução de muitos problemas modernos. Mas muito tempo antes de Edison, o mistério era a eletricidade. A eletricidade que hoje temos abundantemente teve como estudioso proeminente Michael Faraday (1791-1867), esse cientista estabeleceu as leis da eletrólise, da capacitância elétrica e inventou o motor elétrico, o dínamo e o transformador. Faraday é considerado um dos mais influentes cientistas de todos os tempos. Ele esteve nas mãos de Deus para uma grande missão: estabelecer as bases da eletricidade.

A ciência é um instrumento de Deus. Deus usa os cientistas para que a humanidade descubra mais da Sua criação. Cabe aos homens e, em especial aos cientistas, desvendar os mistérios do universo, das profundezas dos oceanos, dos organismos vivos, dos seres inanimados, criar e interpretar leis.  A ciência está nas mãos de Deus para cumprir o seu propósito. O propósito da ciência é não somente tornar a humanidade mais conhecedora dos princípios físicos, químicos, biológicos, tecnológicos e sociais, mas primeiramente, conduzir a raça humana à compreensão de que as leis que regem o universo foram pré-estabelecidas antes mesmo do surgimento da vida, que o “universo” interior de cada organismo vivo foi forjado na mente Criacionista de Deus, que cada ser humano foi dotado de uma capacidade criacionista, transformadora, investigativa semelhante aos atributos indeléveis do Soberano Deus.

Um dos grandes nomes de todos os tempos foi Salomão, filho de Davi, rei de Israel. Salomão, como revela o texto bíblico, foi possuidor de uma sabedoria invejável, mesmo na falta de recursos discorreu sobre as plantas, animais, aves, repteis e peixes (I Reis 4:33), foi um exímio observador, qualidade dos grandes cientistas de todos os tempos. Ele foi grandemente abençoado, assim como todos os pesquisadores que na sua paciência e determinação conseguem realizar proezas norteando os caminhos do conhecimento, para que todos, doutos e indoutos possam desfrutar dos mistérios outrora obscuros para o homem. O descortinar segredos está no coração do homem, que também está no “coração” de Deus. Por vontade divina uns são chamados para remover as escamas dos olhos de muitos, chamados para estabelecer leis, postulados, teorias, inventar, reinventar, modificar, revolucionar, outros são chamados para reproduzir, disseminar o conhecimento para que todos desfrutem do saber. A ciência é uma dádiva de Deus. A ciência é um instrumento de Deus para os benefícios da humanidade.

 

 

*****

Deus: uma verdade científica

22/10/2016 15:54
DEUS: UMA VERDADE CIENTÍFICA NUNES, Luiz Fernando Mendes1 1 Bacharel em Química pela Universidade Federal do Maranhão; pós Graduado em Ciências pela Universidade Estadual do Maranhão e pós Graduado em Gestão Ambiental pela Universidade Norte do Paraná. e-mail:...

Sempre felizes no Senhor

26/12/2015 11:14
"Regozijai-vos sempre no Senhor; outra vez digo, regozijai-vos". (Filipenses 4:4) “Regozijai-vos sempre” (I Tessalonicenses 5:16)         Não é distribuir sorrisos a todo o momento. Não é festejar nas adversidades, muito menos agir com indiferença diante...

Amigo de Deus

26/12/2015 10:30
        Não existe nada melhor do que ser amigo de Deus. Na verdade Ele quem decidiu, planejou e consumou o caminho para esse relacionamento nós nada fizemos, em nada contribuímos para que fossemos feitos amigos de Deus. Amigo é aquele que se envolve, que...

Denominações Evangélicas: uma reflexão nas origens

24/11/2014 19:03
 Luiz Fernando Mendes Nunes           Qual o motivo de tantas denominações evangélicas? Essa é uma pergunta que talvez muitas pessoas se fazem. Segundo o Senso do IBGE 2010 só no Brasil existem mais de 16 denominações evangélicas com grande número...

O que as pessoas dizem de Jesus Cristo?

15/11/2014 18:28
            Essa mesma pergunta foi feita pelo próprio Jesus há mais de 2 mil anos: “que dizem os homens que eu sou?” Naquela época muitos acreditavam que Jesus era o próprio João Batista, outros diziam que era Elias, outros Jeremias e...

Pastores ou Sacerdotes?

08/11/2014 20:47
                 Muitas pessoas têm dado mais crédito ao que líderes evangélicos têm falado que propriamente buscado nas escrituras o conselho necessário para o viver que agrada e glorifica o Senhor. É verdade que Deus deixou líderes nas...

A data mais importante

20/08/2014 21:23
      Todas as datas comemorativas são importantes: o dia do nascimento, o dia do sepultamento, dia do casamento, dia da separação, dia do nascimento do filho, dia da morte do filho, dia do primeiro emprego, dia da demissão do emprego,... É fato que todas as datas têm algum...

Antropomorfismo

14/10/2013 19:31
        Por muitas vezes ouvimos estas frases: "Você está ferindo o coração de Deus com essas atitudes" "Deus se entristece em ver Seu povo no pecado" "Senhor, passa tuas mãos sobre a enfermidade do irmão fulano de tal"          Será...

Firmes e Inabaláveis

13/04/2013 20:53
I Coríntios 15:58     "[...] sede firmes, inabaláveis e sempre abundantes na obra do Senhor [...]" Firmes e inabaláveis em um mundo onde se prega que Jesus foi apenas um grande líder, foi um mártir, morreu, mas não ressuscitou. Se foi apenas um grande homem é vã a...

O músico que agrada o Senhor

26/03/2013 23:41
    Texto áureo: Hebreus. 13:15 Textos da semana: Tiago. 1:22; 4:7; I Pedro. 1: 13-16; 3:11 Objetivos: Desenvolver o perfil do músico que agrada o Senhor. O músico deverá concluir se está sendo ou não agradável a Deus.   ANDAR COMO JESUS   Primeiramente, o músico que agrada o...